História

À procura de novas atividades para o rancho Santa Maria em Ortigueira, o fundador e atual conselheiro da Cachaçaria Alambique Brasil, Sr. Gilmar Nogueira e sua esposa, inicialmente pensaram em montar uma leiteria mas sempre eram demovidos da ideia quando conversavam com outros empresários ou consultores.

A Família possuí uma pousada pé na areia, na Península de Maraú, em Taipu de Fora/Bahia, esta que é considerada a 5º praia mais bela do Brasil.
O nome da pousada é Canto dos Encantos (www.cantodosencantos.com).
Em uma de suas muitas viagens do Paraná para a Bahia, Gilmar resolveu passar em Salinas em MG, que é a capital da Cachaça. Nessa visita começou a ser materializada a ideia de montar um alambique ao invés da leiteria. ​Por indicação de um sobrinho, Gilmar entrou em contato com a empresa mineira Cachaçarias Nobres, que presta consultoria na produção de cachaça de alambique de qualidade desde o plantio até a comercialização. Foi então que a Cachaçaria Alambique Brasil se tornou realidade, com o plantio do canavial, a adequação da infraestrutura e a compra e instalação dos melhores equipamentos para produção. Logo após nasceu o primeiro produto, no primeiro semestre de 2017, (E então, no primeiro semestre de 2017 nasceu nossas primeiras cachaças, a cachaça Alambique Brasil ouro envelhecida em Amburana e a Linha Prata.
Logo depois a família só cresceu, linha Ouro Carvalho e um Blend de Carvalho e Amburana. Em seguida veio a linha ouro envelhecida em Carvalho e fizemos também um blend juntando a Amburana e Carvalho.
​Tudo isto foi feito (Tudo isso aconteceu em tempo recorde) em tempo recorde, graças à Deus, ao apoio da família, os parceiros e a nossa equipe de trabalhadores rurais.

A todos, o nosso muito obrigado.

A Empresa

A Cachaçaria Alambique Brasil está localizada em Ortigueira no interior no Paraná, aos pés da Serra do Cadeado. Um local de terras férteis, natureza preservada e águas límpidas.
Ortigueira é conhecida como a Capital do Mel, sendo a maior produtora do estado.
Com instalações amplas e modernas, a Cachaçaria Alambique Brasil está equipada com os melhores equipamentos para a produção de cachaça artesanal.
São moendas, alambiques, dornas, barris de maturação, engarrafadoras e muitos outros equipamentos comandados por mão de obra capacitada e treinada pelos melhores especialistas em produção de cachaças, garantindo o padrão de qualidade.
A Cachaçaria Alambique Brasil é obstinada em produzir bebidas de qualidade e por isso investe muito em insumos de excelência, equipamentos de ponta, mão de obra treinada e em técnicas avançadas de produção e higiene. O resultado só poderia ser a produção de cachaças, gins e bebidas mistas de alta qualidade e diferenciadas em termos de sabor, apresentação das embalagens e satisfação dos clientes.
E o mercado já está reconhecendo nossos esforços pois fomos premiados com duas medalhas de prata, na Expocachaça 2017 em Belo Horizonte/MG.

O mercado já reconhece nossos esforços, pois como mencionamos logo à baixo, somos premiados nacional e internacionalmente.

Conheça a nossa história

O Leite que virou Cachaça

Premiada 10 meses de produção com duas medalhas de Prata na Expo Cachaça. 2017.

Tudo começou no início da segunda quinzena de dezembro de 2015, quando em uma das minhas tantas idas à Península de Maraú na Bahia, onde temos uma pousada, levando nossos produtos do Rancho Santa Maria em Ortigueira, no interior do Paraná...

O caminho é sempre o mesmo passando por terras mineiras, e propositalmente, eu e meu afilhado Kleber decidimos almoçar em Salinas, onde tem um alambique no restaurante e ali compramos um barril de cachaça para a nossa pousada Canto dos Encantos e então foi onde comecei a amadurecer a ideia de jogar “areia” no projeto de leiteria que minha esposa queria produzir no rancho. Eu não era o único a pensar assim, diversas pessoas já vinham desmotivando por diversos fatores do setor, desde a produção à comercialização que não é valorizada, e também levando em conta que as vacas não conhecem os feriados ou datas festivas, e sendo assim, seria um trabalho sem descanso.

Após o carnaval de 2016 retornando para o Paraná...

Passando por Salinas novamente e tirando mais informações a respeito do mundo da cachaça, me certifiquei de que era realmente o momento de transformar o leite em cachaça.
Ao chegar no rancho eu liguei para o Allysson, meu sobrinho em Belo Horizonte, perguntando se ele conhecia algum alambique para me levar que eu pudesse tirar maiores informações para colocar em prática meu novo projeto, o mesmo me disse: “ Tio tenho um amigo que só faz isto, faz todo o projeto, entrega as chaves da Cachaçaria produzindo e assessora na produção e comercialização”, e foi aí que naquele sábado à tarde, ao ligar para o amigo dele, Giovanni Pereira das Cachaçarias Nobres,  iniciamos a conversação e já enviando no dia seguinte fotos da nossa área e do prédio que estava prestes a virar leiteria.

Tarefa difícil, dobrar a dona patroa em trocar de líquido, de leite para Cachaça:

Liguei para minha esposa (dona da futura leiteria), falando sobre a minha ideia e ela esboçou um sorriso pelo facetime, sorriso este desconfiado como uma filha de mineiro que ela é, dizendo “vamos estudar essa ideia” e eu concordei, porém Giovanni e eu já estávamos conversando sobre o projeto, trocando ideias , fotos e já falando sobre valores e investimentos.

A conversa já estava mais adiantada do que a futura ex-leiteira pensava.

Desembarcando dia 3 de Março de 2016 em Belo Horizonte em direção a Ouro Preto...

Recepcionado pela dupla Beatriz e Giovanni, saímos pela estrada em direção à Ouro Preto na escola da Cachaçaria Nobres, onde o caminho foi meio silencioso por parte da ex-futura dona de uma leiteria (Célia) que meio desconfiada veio se soltar logo após a primeira parada e mais ainda depois de conhecer o belo sítio e o cenário da região onde fica a sede da escola. Se embriagou com a ideia e depois de conhecer à fundo, aceitou provar uma excelente cachaça do sul do Brasil mesmo estando à anos sem beber nada de álcool e ali, selava a autorização dela para tocar o projeto adiante.

O leite estava prestes a azedar....E azedou.

No mesmo dia concretizamos de fato as negociações e o projeto se iniciou. Mesmo com uma viajem nossa fora do Brasil, as portas da Cachaçaria Serra do Cadeado (nome antigo da Cachaçaria), em Ortigueira no Paraná, começava a se desenhar.

Do time Mineiro...

Cercados de excepcionais profissionais e parceiros da Cachaçarias Nobres, onde cito alguns com medo de me esquecer de alguém: Lorena, Armando, Sergio, Rani, Heli, Herminio, Egberto, todos com profissionalismo e dedicação e acima de tudo, confiança em negociar conosco demonstraram mais uma vez que esse negócio é, profissionalmente falando... embriagante!

Do time de Ortigueira...

Em nosso time contamos com dezenas de pessoas que adotaram e amaram a idéia. Começando pelo nosso Mestre Cachaceiro Flávio Bonissato, o diretor de produção rural o Sr. Elizeu, Zé auxiliar, Ludmila Nogueira, Paulo Ricardo, Kleber, Cristyan, José Luiz, Gilson Alves, Lilian Garcia, Roberto Reizer e desde o povo da cidade ao Sr. Altair secretário de administração, assim como outras secretarias municipais e outros órgãos entraram na briga para poder acelerar o projeto dessa fábrica em Ortigueira, cidade essa que ganhou uma mega indústria da Klabim,  setor de celulose e outras que chegaram junto. Lembrando também que Ortigueira é o 2º maior exportador de Mel do Brasil.

Expocaçhaça 2016...

Com o projeto já em andamento, já quebrando e transformando a leiteria em cachaçaria, nós participamos como visitantes em junho de 2016, da Expocaçhaça – ExpoMinas em Belo Horizonte/MG.

Campo de obra e de batalha...

O Rancho Santa Maria parecia um campo de batalha, com dezenas de pessoas trabalhando a todo vapor. Abrindo, preparando a terra, gradeando, adubando, plantando, uma parte da equipe terminando a obra civil e outra instalando os maquinários e alambiques, sem falar que estávamos à postos e iniciando o corte de cana em outra propriedade, onde no princípio de Agosto de 2016, iniciamos a moer cana e produzir a Cachaça Alambique Brasil.

Expocaçhaça 2017...

Nós decidimos nos arriscar e participamos do nosso primeiro grande evento, pois queríamos levar medalhas para casa e saber a opinião dos maiores jurados e degustadores de cachaça do Brasil. Com muita emoção e surpresa, fomos premiados 2 vezes. Nossa cachaça Ouro: envelhecida em barril brasileira – amburana e nossa Cachaça Prata.

Agradecimentos...

À todos que acreditaram no projeto e em nossa inciativa, em especial à Celia que cedeu o espaço do lugar da famosa leiteria. Ao Gilson meu cunhado e o José Luiz, que foram grandes incentivadores do projeto, bem como à todos acima citados.

Gratidão à todos os nossos colegas, amigos e familiares, que diretamente e indiretamente nos ajudaram e abraçaram a ideia.

Para muitos pode não significar nada, mas para nós, receber duas medalhas de prata, no maior evento de cachaça do planeta, no nosso primeiro ano de funcionamento, foi uma honra!

É a certeza de termos engarrafados junto com a Cachaça Alambique Brasil o carinho e um sabor ímpar de uma das melhores cachaças do Brasil.

Produzido na Cachaçaria Alambique Brasil em Ortigueira – Paraná.

Para o Brasil e para o Mundo.

“Cachaças Alambique Brasil a Cachaça que você pediu”

CACHAÇA NO SANGUE DA FAMÍLIA WALDHELM E NOGUEIRA

 

A Cachaça Alambique Brasil é fruto de uma realidade da família Waldhelm, que se iniciou há 90 anos atrás, por João Manoel Waldhelm, alambiqueiro tradicional na comunidade Montalvão, no Distrito de Martinópolis – SP, em que produzia ali a melhor cachaça da região. O genro dele, Manoel Nogueira, ajudava-o em volta de tonéis e alambiques, sempre alegre, curioso e apaixonado pela atividade do sogro.

Fruto dessa convivência diária são as histórias maravilhosas que Manoel Nogueira contava para os seus filhos. Dentre eles, Gilmar Nogueira, onde fez crescer um desejo, um sonho, um objetivo. Gilmar nutria a vontade de um dia ter a sua própria cachaça, uma cachaça especial.

Tendo um sítio em Ortigueira-PR, sua esposa construía um projeto de leiteria, que aos poucos Gilmar seduzia-a à transformar a leiteria em Alambique e tanto Celia e quanto sua filha Ludmila, abraçaram o projeto e pisaram fundo.

Após muita dedicação, trabalho e empenho, esse sonho finalmente se tornou realidade e a Cachaça Alambique Brasil é hoje uma realidade em todo o país. Feita com todo carinho, ganhando encanto.  Engarrafando amor, seguindo os ensinamentos passados de geração a geração, preservando a história iniciada no princípio do século passado pela famosa cachaça da época com o nome de Água Santa.